Vovaul McCartney

Paul McCartney completa nesta segunda-feira mais um dos inúmeros anos que já completou em sua vida. Ainda assim, o agora setentão ainda alimenta paixão em muitas jovens europeias, asiáticas e brasileiras.

A história de Paul começa há exatos 70 anos, no Hospital Geral de Liverpool. Começando daí, poderíamos escrever um livro sobre ele, como muitos fizeram. Altos e baixos, experiências, a morte da mãe, a reunião dos Beatles, os casamentos, os prêmios, a morte de John, entre outros fatos marcantes da vida de Paul.

Mas, vamos tentar tirar um pouco o olhar dos fatos históricos e pessoais de Paul McCartney. Apesar de não ser o “funcionário” mais apto para falar dele, lembro de Sir McCartney como um homem diferenciado. Começou cedo demais e estende sua infindável carreira por mais tempo do que os outros. Astros do pop de hoje em dia não conseguem emendar três horas de show como esse senhor faz.

Diferenciado no caráter, que o marcou durante sua carreira. Sempre educado, fino e disposto a atender as necessidades de quem o cercava. Talentoso, provando isso em tudo o que tocava, não só no instrumento, mas literalmente. Paul foi o principal personagem do álbum mais perfeito tecnicamente dos Beatles. Compôs junto com John mais de 90% das músicas da banda. Seja com os Beatles, com os Wings ou solo, foi fantástico. Fez tours magníficas, shows memoráveis e protagonizou momentos únicos.

Paul é um homem diferente. Não se cansa de trabalhar. Não se cansa de atender fãs e dar autógrafos. Lança novos trabalhos, arrisca, busca agradar a todos e tem orgulho de sua história. História essa que não nasceu com o início dos Beatles, com o encontro com George ou a entrada nos Quarrymen, de John. A história de Paul começa lá no Hospital Geral de Liverpool, nos braços de Mary, há 70 anos. 

Paul nasceu para ser diferente. E escolheu ser diferente à sua maneira. Diferente como um McCartney. Educado, prestativo, amigável e talentoso. Em tudo o que faz. Paul marcou uma era. E ainda marca. Basta que abram-se os ouvidos para as magníficas obras que ele produziu. Todas. Da maneira dele. Da maneira McCartney.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s